Almíscar

    As janelas estão fechadas. Essas que protegem a insensatez, da luz do dia, ainda assim oscilam as cortinas como se o vento soprasse ali, anunciando a tua presença, rufam os tambores imaginários, nos ouvidos do prazer dos meus sentidos e transportam-me para um mundo de emoções onde quero e posso tudo. A ansiedade corrói e silencia a minha espera, como um banho demorado, inundando de luz a minha libido. Então tu entras, serena, num delicioso arrastar que me faz lembrar as ondas calmas e a espuma que se perde por aí e antes que vires mar revolto, anestesio-me no teu perfume, Almíscar de cor púrpura e sabor amargo que me vicia.
    - Fecha a porta. Aqui, só tu, eu e a loucura.

Um comentário:

  1. O prazer da insensata loucura que nos emociona e faz viver.....

    Blood Kisses

    ResponderExcluir